Notícias Antigas Videos Antigos Fotos Antigas







11 DE NOVEMBRO - DIA DA INDEPENDÊNCIA NACIONAL


A Embaixada da República de Angola no Estado de Israel promoveu no dia 11 de Novembro, em Tel Aviv, um evento comemorativo do Dia da Independência Nacional que contou com a


participação de cerca de 200 convidados dentre membros do corpo diplomático, representantes de instituições públicas e privadas de Israel, membros da comunidade angolana e amigos de Angola.


O evento, que se resumiu num cocktail e exibição de um vídeo promocional da República de Angola, teve como ponto alto uma sessão de dança Kizomba protagonizada por cidadãos israelitas que participaram de uma acção de formação sobre esta dança Angolana realizada em Israel, em Agosto último.


                                                                 



ANGOLA GANHA ASSENTO NO CONSELHO DE SEGURANÇA DA ONU



A República de Angola foi eleita em Outubro último, na sede da ONU em Nova Iorque, para ocupar um dos 15 lugares do Conselho de Segurança das Nações Unidas, com efeitos a partir de Janeiro de 2015.

Durante dois anos (2015-2016) a República de Angola fará assim parte do núcleo central de decisões do Conselho de Segurança da ONU, como membro não permanente.

O Ministro Angolano das Relações Exteriores, Georges Chikoti disse que a República de Angola irá intensificar esforços para um Conselho de Segurança da ONU mais eficiente e equilibrado, no âmbito do processo de reforma.

No domínio da paz e segurança, Angola vai promover o diálogo entre civilizações como elemento essencial para a cultura da paz, o respeito pela diferença entre os povos e prevenção de conflitos.

Segundo o Ministro Georges Chikoti, Angola vai contribuir ainda para a identificação mais eficiente das causas dos conflitos e reduzir o espectro da violência, através da diplomacia preventiva, promover a agenda africana e contribuir para a realização da paz e segurança em África e no Mundo.          



DANÇA KIZOMBA EM ISRAEL


A empresa israelita Laura Studio Latino promoveu recentemente, em Tel Aviv, um curso de dança Kizomba que contou com a participação de cem cidadãos israelitas.

A acção de formação, que teve a duração de duas semanas foi apoiada pela Embaixada da República de Angola no Estado de Israel e visou, principalmente, a divulgação e a promoção deste estilo de dança de Angola que está a conquistar os quatro cantos do mundo.

Segundo a responsável da empresa Laura Studio Latino, a cidadã israelita Laura Alvarez, o curso foi o primeiro passo para um projecto que visa incluir Israel na rota internacional de divulgação da dança Kizomba no âmbito do projecto “Kizomba Nation”.






                                                                   

                                                                      

                                                           

                                                                                          




ANGOLA – 12 anos de paz


A República de Angola comemorou no dia 4 de Abril de 2014, o Dia da Paz e da Reconciliação Nacional.

A data, marca o fim de uma longa guerra civil que ocorreu no país de 1975 a 4 de Abril de 2002, dando lugar a paz efectiva, promoção da reconciliação nacional e da recuperação socioeconómica.

Ao longo dos 12 anos de paz, o Governo da República de Angola empenhou-se fortemente na promoção da consolidação da democracia e implementação de grandes projectos de reconstrução nacional e desenvolvimento.



                                                                             










ANGOLA PARTICIPA DA 38ª EDIÇÃO DA FEIRA INTERNACIONAL DE ARTES E OFÍCIOS DE JERUSALÉM


O Embaixador de Angola em Israel, José João Manuel, assistiu no dia 05 de Agosto, em Jerusalém, a sessão de abertura da 38ª edição da Feira Internacional de Artes e Ofícios da cidade, um evento promovido pela Prefeitura local.


Dois artesãos Angolanos, Matumona António e Moisés Senga, representam a República de Angola neste evento com uma exposição de várias obras de artesanato, pintura e bijuterias.


Esta é a segunda vez que Angola participa da Feira Internacional de Artes e Ofícios de Jerusalém. Em 2009, os artistas plásticos e escultor, Tomás Ana “Etona” e Sozinho Lopes, representaram pela primeira vez a República de Angola no referido evento.



                                                                         

                      EMBAIXADOR DE ANGOLA,JOSÉ JOÃO MANUEL,CENTRO, COM OS DOIS ARTESÃOS ANGOLANOS


                                                                             













ANGOLA – 38 ANOS


A Embaixada da República de Angola no Estado de Israel realizou no dia 11 de Novembro, em Herzliya, arredores de Tel Aviv, uma cerimónia comemorativa dos 38 anos da Independência Nacional de Angola.

A Recepção Oficial comemorativa do dia 11 de Novembro contou com a presença de quatrocentos convidados dentre os quais, membros do governo israelita, com destaque para Naftali Bennet, Ministro da Indústria, Comércio e Trabalho e que acumula as pastas de Ministro para os Serviços Religiosos e de Ministro para os Assuntos de Jerusalém e da Diáspora.

Representantes da sociedade civil israelita, membros do corpo diplomático acreditado em Israel e membros da comunidade Angola completaram o quadro de convidados.



                                                                   



                                                                                 

                                                           

                                                                                           









MINISTRO DE ENERGIA E ÁGUAS VISITOU ISRAEL


O Ministro de Energia e Águas do governo da República de Angola, João Baptista Borges, esteve recentemente em Israel para participar de uma conferência internacional sobre Energia e Águas.

O Ministro João Baptista Borges, visitou empresas israelitas ligadas ao sector que dirige com o objectivo estudar possibilidades para futura cooperação.








Embaixatriz de Angola promove evento sobre Angola com título “Conheça o Meu País”


A Embaixatriz de Angola em Israel, Antónia Manuel, realizou em Março último um evento promocional de Angola dirigido à embaixatrizes, esposas de diplomatas e demais Sras. da comunidade estrangeira, representantes de organizações femininas israelitas, mulheres israelitas que exerçam importantes funções de estado e respectivos esposos.


O evento, com a designação “Conheça o Meu País” albergou várias actividades de divulgação da realidade Angolana e teve como ponto central a intervenção da Dra. Alda Chikote, esposa do Ministro Angolano das Relações Exteriores, que se deslocou à Tel Aviv à convite da Embaixatriz de Angola para dissertar sobre o papel interventivo da mulher na sociedade Angolana.


Cerca de quinhentos convidados puderam tomar contacto com uma exposição de obras de artes do país (artesanato e pintura) e a exibição e posterior distribuição/oferta de um DVD sobre a realidade actual de Angola, com destaque para os programas e projectos de reconstrução nacional e de desenvolvimento.


O evento “Conheça o Meu País” contou ainda com um desfile de moda Angolana e terminou com um buffet com práticos típicos e bebidas Angolanas para além da culinária internacional.



                                                                   

                                           

                                                                                                        






Companhia de Dança Contemporânea de Angola exibiu-se em Israel


A Companhia de Dança Contemporânea de Angola, dirigida pela Sra. Ana Clara Guerra Marques, foi a principal atracção do evento comemorativo do Dia da Língua Portuguesa e da Cultura na CPLP organizado conjuntamente pelas Embaixadas de Angola, Brasil e Portugal, no dia 06 de Maio, em Tel Aviv.


A deslocação da Companhia de Dança Contemporânea de Angola à Israel foi patrocinada pela Embaixada de Angola.


Os bailarinos da Companhia de Dança Contemporânea de Angola exibiram-se perante uma plateia composta por cerca de 500 convidados.



                                                                           





Comunidade Angolana participa da Feira Internacional de Estudantes


Angola participou, em Maio último, de uma edição da feira internacional de estudantes organizada pela Escola Americana Internacional em Israel.


Membros da comunidade Angolana em Israel tiveram o patrocínio da Embaixada para o apetrechamento do stand de Angola que recebeu centenas de visitantes que tiveram a oportunidade de tomar contacto com diverso material informativo sobre Angola e experimentar alguns pratos típicos do nosso País.



                                                                         








Angola participa da 26ª edição da Feira Internacional do Livro de Jerusalém


Uma delegação da União dos Escritores Angolanos composta pelos escritores, Nelson Bonavena, Frederico Ninji e Gociante Potissa, esteve em Israel para participar da edição 2013 da Feira Internacional do Livro de Jerusalém realizada em no mês de Fevereiro.

A participação de Angola teve como cartão-de-visita o livro “A Balada dos Homens que Sonham” numa edição em língua hebraica patrocinada pela Embaixada da República de Angola no Estado de Israel.

O Stand de Angola teve também outras obras literárias de escritores Angolanos traduzidas para vários idiomas e em Português.

A participação de Escritores Angolanos faz parte da estratégia da União de Escritores Angolanos virada para a internacionalização da literatura Angolana.

                           

                                                 


11 DE NOVEMBRO – RECEPÇÃO 2010


O Embaixador de Angola em Israel, José João Manuel, disse em Tel Aviv, que a república de Angola precisa da cooperação de outros países, dentre os quais Israel, para fazer face aos seus principais desafios actuais.


Mais...






Grupo Ballet Kilandukilu exibe dança tradicional em Israel



No âmbito das comemorações dos 35 anos da independência de Angola, o grupo de Ballet Tradicional Kilandukilu esteve em Israel para protagonizar duas exibições que foram muito concorridas.


Mais...







11 DE NOVEMBRO EM ISRAEL – EMBAIXADOR ANGOLANO DIZ QUE O PAÍS PRECISA DE INVESTIDORES COM ESPÍRITO EMPREENDEDOR

O Embaixador Angolano em Israel, José João Manuel “Jota”, disse em Tel-Aviv, que Angola vive nos dias de hoje uma nova era baseada na paz, reconciliação e reconstrução nacional, o que torna possível o andamento salutar dos processos de consolidação da democracia e a recuperação do sector sócio-económico do país.


Mais...






EMBAIXATRIZ DE ANGOLA EM ISRAEL RESSALTA ESFORÇO DO GOVERNO NA MELHORIA DA SITUAÇÃO DA MULHER

A Embaixatriz de Angola em Israel, a Sra. Antónia Filipe Cardoso Manuel, disse em Tel-Aviv, que o governo Angolano dedica especial atenção à participação da mulher nos programas de governação do país.




Mais...






ANGOLA E ISRAEL PROJECTAM ALARGAMENTO DA COOPERAÇÃO FINANCEIRA

O Ministro angolano das Finanças, José Pedro de Morais, disse em Tel-Aviv que Angola e Israel projectam aprofundar e expandir as suas relações financeiras.





Mais...






EMBAIXADOR DE ANGOLA EM ISRAEL CONVIDA EMPRESÁRIOS DE NATANYA A INVESTIREM EM ANGOLA

O Embaixador de Angola em Israel, José João Manuel “Jota”, disse hoje na cidade de Netanya, centro-norte de Israel, que o nosso país encontra-se numa fase de reconstrução, estando, pelo facto, aberto a todos os empresários israelitas que pretendam investir nos mais variados sectores.


Mais...






ANGOLA PROCURA INVESTIDORES PARA O SECTOR DO TURISMO

Muito recentemente a República de Angola participou pela primeira vez, em Israel, numa feira anual internacional de turismo promovida pelas autoridades israelitas.




Mais...






PRODUÇÃO DE PETRÓLEO NO PAÍS ATINGE NÍVEL MAIS ALTO EM 2011

Angola vai atingir em 2011 o seu nível mais alto de produção petrolífera (dois milhões e 600 mil barris/ano), com descobertas de novas jazidas em águas profundas e ultra profundas, segundo estimativa de um relatório do Banco Mundial sobre a economia do país.



Mais...






PRODUÇÃO DE PETRÓLEO - RECEITAS DE USD 152 BILIÕES ATÉ 2009

O Estado angolano poderá arrecadar 152 biliões de dólares das receitas petrolíferas num período de quatro anos (desde 2005 a 2009), se o preço de barril se mantiver alto, numa escala que varia de 54 (em 2005) a 76 (em 2006).



Mais...






BANCO MUNDIAL – ANGOLA PODE TORNAR-SE NO MAIOR PRODUTOR MUNDIAL DE DIAMANTES

O Banco Mundial prevê que a economia angolana registe, nos próximos vinte anos, uma produção no sector dos diamantes capaz de tornar o país no maior produtor mundial dessa pedra preciosa.



Mais...







ANGOLA VENCEU A CANDIDATURA PARA ORGANIZAÇÃO O CAN 2010

A CAF, Confederação Africana de Futebol, decidiu escolher a candidatura de Angola para organizar no ano de 2010 o CAN, campeonato africano das nações, em futebol.




Mais...






11 DE NOVEMBRO – RECEPÇÃO 2010


O Embaixador de Angola em Israel, José João Manuel, disse em Tel Aviv, que a república de Angola precisa da cooperação de outros países, dentre os quais Israel, para fazer face aos seus principais desafios actuais.


O Embaixador José João Manuel, que discursava na Recepção Oficial do 11 de Novembro organizado pela Embaixada, fazia referência aos dois maiores desafios actuais do Estado Angolano, nomeadamente, o combate à fome e a luta pela redução e erradicação da pobreza, de acordo com o pronunciamento sobre o estado da nação do Presidente da República de Angola, José Eduardo dos Santos, em Outubro último, perante o parlamento.


Segundo o Embaixador, ao longo dos 35 anos de existência, Angola demonstrou que tem sabido concretizar paulatinamente os sonhos do seu povo e os seus desejos mais profundos, com determinação, coragem e vontade de vencer, tendo como referência maior desse facto, a conquista da paz efectiva e a estabilidade política actual.


No domínio da política externa, disse o Embaixador, Angola vem sendo parte activa na promoção da resolução de conflitos, quer regionais como internacionais, em consonância com os princípios da União Africana e das Nações Unidas.


A Recepção Oficial por ocasião dos 35 anos da Independência de Angola contou com a presença de cerca de quinhentos convidados com destaque para a Sra. Limor Livnat, Ministra da Cultura e Desportos que esteve em representação do Governo do Estado de Israel.

                                                                                     

                                   



                                                                                    





Grupo Ballet Kilandukilu exibe dança tradicional em Israel  



No âmbito das comemorações dos 35 anos da independência de Angola, o grupo de Ballet Tradicional Kilandukilu esteve em Israel para protagonizar duas exibições que foram muito concorridas.


O primeiro show teve como palco o teatro de Givataiym, arredores de Tel-Aviv, tendo a assistência composta por membros da comunidade angolana, africana e da sociedade israelita, lotado a sala de espectáculos.


A segunda demonstração da dança tradicional angolana pelo Ballet Tradicional Kilandukilu aconteceu no dia 11 de Novembro, num dos hotéis de Tel-Aviv, durante a Recepção Oficial que a Embaixada de Angola ofereceu aos seus convidados por ocasião do dia da Independência Nacional.

   


                                                                                         





 

O Embaixador Angolano em Israel, José João Manuel “Jota”, disse em Tel-Aviv, que Angola vive nos dias de hoje uma nova era baseada na paz, reconciliação e reconstrução nacional, o que torna possível o andamento salutar dos processos de consolidação da democracia e a recuperação do sector sócio-económico do país.


O Embaixador José João Manuel, que falava perante centenas de convidados à cerimónia oficial da Embaixada de Angola para assinalar os 32 anos da nossa independência, fez um breve resumo do quadro sócio-político da República de Angola tendo deixado claro que o sucesso nos processos do registo do eleitor por um lado, e no extraordinário crescimento económico, por outro, são resultados do esforço do governo angolano que está seriamente empenhado na execução de programas de combate à fome e a pobreza visando o bem-estar da população.


Segundo o Embaixador de Angola em Israel, os actuais indicadores económicos também resultam de uma excelente cooperação internacional sendo Israel parte integrante desse quadro de parceria. Por essa razão, o Embaixador, convidou mais uma vez os empresários israelitas a investirem no mercado Angolano na base da amizade, respeito, espírito de entre ajuda e vantagens mútuas.


O que os empresários israelitas precisam é, segundo o Embaixador, “um espírito empreendedor”.


Por sua vez, o representante do governo israelita à cerimónia, o Ministro das Comunicações, Ariel Atias, disse que o seu país vê com bons olhos os passos dados pelo governo de Angola rumo à consolidação da democracia, numa alusão ao anúncio da realização de eleições legislativas em 2008.


O Ministro Ariel Atias, disse que Israel é e continuará a ser um parceiro nos projectos de reconstrução e desenvolvimento de Angola e garantiu colocar à disposição dos angolanos toda a sua tecnologia e conhecimento.


A recepção oficial da Embaixada de Angola em Israel foi o marco central de uma jornada comemorativa do 11 de Novembro que incluiu, actividades desportivas, recreativas e palestras sobre a importância da data.







A Embaixatriz de Angola em Israel, a Sra. Antónia Filipe Cardoso Manuel, disse em Tel-Aviv, que o governo Angolano dedica especial atenção à participação da mulher nos programas de governação do país.


O papel activo da mulher angolana, disse a Sra. Embaixatriz, é visível em vários sectores de direcção que vão desde ministras, deputadas a directoras nacionais, para além da existência de um Ministério que se ocupa da família e promoção da mulher.


A esposa do Embaixador de Angola em Israel, falava a um grupo de cerca de 300 mulheres de diversos países convidadas à participar de um evento com o título “Conheça o Meus País”, realizado na residência oficial de Angola no âmbito das jornadas comemorativas do 11 de Novembro.


Na sua alocução, a Embaixatriz de Angola em Israel, fez um breve resumo sobre a história de Angola até aos dias de hoje, reforçado com a exibição de um vídeo com temas variados sobre o nosso país.


As convidadas ao evento “Conheça o Meu País” foram agraciadas com um banquete recheado de pratos típicos de Angola.







O Ministro angolano das Finanças, José Pedro de Morais, disse em Tel-Aviv que Angola e Israel projectam aprofundar e expandir as suas relações financeiras.


O ministro das Finanças, José Pedro de Morais, acaba de efectuar neste mês de Outubro uma visita oficial a Israel destinada ao aprofundamento das relações de cooperação financeira, como seguimento aos compromissos estabelecidos entre os dois países, aquando da visita do Chefe de Estado angolano, José Eduardo dos Santos, em Julho de 2005.


O que Angola e Israel estão a projectar, na prática, é a expansão das relações financeiras no sentido do envolvimento das estruturas governamentais israelitas, tendo como a intervenção de uma agência pública de seguro de crédito para que as empresas israelitas com projectos em Angola passem a gozar de maiores benefícios.


No encontro com o seu homólogo israelita, Ronnie Bar-on, o ministro José Pedro de Morais reiterou a necessidade dos projectos israelitas em Angola passarem a ser financiados de acordo com as facilidades de cobertura governamental.


Para ambos governantes, a actual cooperação bilateral representa uma relação profícua para os dois países, e que a visita do ministro angolano "serviu para a criação das bases para a expansão desta cooperação".


O ministro angolano das Finanças abordou também com parceiros israelitas o actual estado da implementação de vários projectos em Angola, com destaque para o da Aldeia Nova, no município de Wako Kungo, na província do Kwanza Sul, e manteve debates em torno de projectos em carteira ligados a vários sectores da economia nacional.


Os projectos implementados em Angola por empresas israelitas são financiados por uma linha de crédito de Israel, avaliada em 500 milhões de dólares norte-americanos.









O Embaixador de Angola em Israel, José João Manuel “Jota”, disse hoje na cidade de Netanya, centro-norte de Israel, que o nosso país encontra-se numa fase de reconstrução, estando, pelo facto, aberto a todos os empresários israelitas que pretendam investir nos mais variados sectores.


O Embaixador angolano que falava num encontro que manteve com a Prefeita de Netanya, Miriam Fierberg, reafirmou a disponibilidade da Embaixada em providenciar tudo o que estiver ao seu alcance com vista a permitir que os empresários interessados se desloquem à Angola.


No caso específico de Netanya, por ser uma cidade eminentemente turística localizada na costa do mar do Mediterraneo, o Embaixador angolano convidou os empresários locais do ramo turístico, principalmente, na área de construção de hotéis, à deslocarem-se ao nosso país para prospecção de mercado.


O Embaixador José João Manuel e a Prefeita de Netanya acordaram em manter contactos permanentes, cabendo à municipalidade a tarefa de aproximar os homens de negócio da região à Embaixada de Angola. Numa primeira fase, aquela prefeitura promete promover um encontro entre o Embaixador angolano e empresários dos sectores de telecomunicações e indústria têxtil.







Muito recentemente a República de Angola participou pela primeira vez, em Israel, numa feira anual internacional de turismo promovida pelas autoridades israelitas.


À representar o Sector do Turismo de Angola esteve, Amaro Francisco, Director adjunto do INFOTUR (Instituto de Fomento Turístico) para quem a prioridade do sector, nesta fase de relançamento, está virada para a procura de eventuais investidores capazes de explorar com eficiência as capacidades turísticas que Angola oferece.


O stand de Angola registou uma afluência considerável de visitantes que foram recebidos com diversa informação sobre as potencialidades turísticas do nosso país por via de vídeos, slides e brochuras.







Angola vai atingir em 2011 o seu nível mais alto de produção petrolífera (dois milhões e 600 mil barris/ano), com descobertas de novas jazidas em águas profundas e ultra profundas, segundo estimativa de um relatório do Banco Mundial sobre a economia do país.


De acordo com o documento, apresentado em Luanda, actualmente o país produz um milhão e 600 mil barris. Os poços de petróleo de águas superficiais, principalmente em Cabinda - representam mais de 50 por cento da actual produção, chegaram a sua fase terminal, sendo as águas profundas e ultra profundas o futuro potencial.


Indica ainda que o aumento de produção poderia resultar se descobertas importantes nos Blocos 31 e 32, de águas ultra profundas passassem a produzir, num futuro próximo, e que a mesma alargar-se-ia dois a três anos de alta.


Tudo isso, aponta a análise, dependerá criticamente do rítmo da concessão de novas licenças ou da reatribuição das mesmas, avançando também que se Angola quiser mudar este quadro terão de ser perfurados agora novos poços.


Em 2020, segundo um gráfico do estudo, espera-se uma baixa de produção bem próxima a do ano 2000.


No relatório estão identificadas seis áreas centrais para as quais é necessário um plano de abordagem, tendo em vista o desenvolvimento de uma estratégia de crescimento de base ampla, entre as quais a conclusão da transição para uma economia de mercado.







O Estado angolano poderá arrecadar 152 biliões de dólares das receitas petrolíferas num período de quatro anos (desde 2005 a 2009), se o preço de barril se mantiver alto, numa escala que varia de 54 (em 2005) a 76 (em 2006).


Mas caso os preços baixem (numa variação de 54 a 38 dólares o barril), o petróleo vai render 74 biliões de dólares, no mesmo período.


Os dados constam do estudo do Banco Mundial.







O Banco Mundial prevê que a economia angolana registe, nos próximos vinte anos, uma produção no sector dos diamantes capaz de tornar o país no maior produtor mundial dessa pedra preciosa.


Num estudo, a instituição financeira refere que Angola, apesar de ocupar o quarto lugar na produção de diamantes brutos em termos de valor, tem potencialidades para se transformar num dos maiores produtores universais.


A título de exemplo, aponta o facto de Angola actualmente possuir uma quota de cerca de 12 por cento do mercado mundial do sector, acrescentando que grande parte da sua produção de diamante tem qualidade.



Dados da pesquisa do Banco Mundial indicam que em 2000 as reservas diamantíferas do país foram calculadas em 40 milhões de quilates em depósitos aluviais e em 50 milhões de quilates em chaminés quimberlíticas, que só agora começaram a ser exploradas







A CAF, Confederação Africana  de  Futebol,  decidiu  escolher a  candidatura de Angola  para organizar no ano de 2010 o CAN, campeonato africano das nações, em futebol.


Angola teve como adversários no sorteio para receber e organizar o CAN 2010 a Nigéria, a Líbia e a candidatura conjunta do Gabão-Guiné Equatorial.

 

Antes do sorteio a CAF enviou uma missão de inspecção aos cinco países candidatos para verificar as condições no terreno para receber o evento.


O conteúdo do relatório da missão terá tido algum peso na decisão final, embora não tenha contado como referência no voto dos membros.